quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Os limites da liberdade de expressão

.







Quem cria um blogue, fá-lo porque tem alguma coisa para transmitir. Este não foge à regra. A ideia inicial, e que ainda sem mantém, foi de alertar e denunciar, tentar ver mais longe para além das notícias oficiais que manipulam a nossa maneira de ver o mundo e deterioram a nossa percepção da informação.


Durante quase quatro anos, não tive a necessidade de eliminar qualquer comentário, porque não queria ouvir apenas elogios, apesar de reconfortantes. Queria ouvir opiniões, e muitas delas me fizeram pensar e até mudar de opinião. 


O desafio do contraditório é estimulante porque um sem número de vezes nos enquilosamos em ideias preconcebidas, influenciadas pela nossa condição social, religiosa, política ou económica. Como tal, nunca pensei em ter de vir a moderar os comentários.


Mas infelizmente, existem energúmenos que de humano não têm nada. Desde há cerca de seis meses tenho recebido, através de comentários ou e-mail, vários insultos e ameaças que dirigidos à minha pessoa não me beliscam minimamente. 


As coisas mudam, quando muitos "insiders" se aproveitam desta plataforma para atingir terceiros e vomitar ódio e insultos por falta de argumentação.


Como tal, um ponto que fazia questão de ser de honra, a livre expressão, não faz mais, actualmente, qualquer sentido neste blogue, quando recorrem à baixeza da vil palavra. O limite da liberdade da expressão é isso mesmo, limitar essa liberdade encapuzada e moderar os comentários.




.

15 comentários:

  1. Completamente de acordo.
    Infelizmente existem e existirão sempre provocadores, que não são mais do que isso.
    Nestas circunstâncias, o mais sensato é ignorar as provocações, e no caso de comentários no blog - delete.
    Todos as opiniões são legitimas enquanto expressarem uma forma de pensamento, no entanto quando passam para a lado do insulto é apagar.

    krowler

    ResponderEliminar
  2. Percebo perfeitamente a sua decisão, até porque - pelo mesmo motivo - também tive que a tomar.

    Mas, se me permite, gostaria de ver retribuídas as visitas. Porque , como bem diz, quando se abre um blogue é para estabelecer contacto com outras pessoas e se trocarem opiniões, que até podem ser divergentes.

    Mas, se porventura, preferir que eu não venha comentar (e está no seu direito) assim farei.

    Cordiais saudações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São,

      Leio-a com frequência, por falta de tempo, não comento os seus artigos. Vou tentar fazê-lo.

      Claro que é sempre bem vinda e agradeço os seus comentários.

      Eliminar
  3. Olá,

    Compreendo o que sente. Também se passou situação idêntica com um familiar meu.
    Espero que continue a escrever neste seu espaço (e também nosso, graças à disponibilidade que demonstra e à existência deste canal de comunicação). Infelizmente há quem não perceba que a liberdade de expressão tem regras de comportamento; quando há ausência de moral e desrespeito pela ética da informação, não se pode esperar da parte do responsável pelo espaço senão a atitude ponderada que tomou - a moderação impõe-se; nunca se tratará de censura nem de imposição ou coacção, mas de assertivamente e com frontalidade limar as asperezas vis de quem quer impor aos outros a sua falta de respeito.
    Aproveito para aqui deixar um elogio pelos textos que tenho lido e partilhado muitas vezes.
    Conceição Toscano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conceição,

      Como optimista que sou, sempre pensei que esta história de blogues se destinava a emitir ideias e o seu contraditório.

      Sempre respeitei esse contraditório por não sermos detentores da verdade.

      Perante um qualquer facto, existem três opiniões: a nossa que julgamos justa, o do outro que a julga errada e os outros que não têm opinião ou que tentam destruir esse facto com falta de argumentação.

      Fico triste por "impor" um filtro, dado que não me agrada ouvir sempre comentários de elugio, a ideia não erra essa, antes pelo contrário era ouvir um debate de opiniões.

      Mas uma coisa que não posso continuar a tolerar é por falta de argumentação, e ferirem pessoas que me são caras.

      Um abraço

      Eliminar
  4. Caríssimo, a espécie de gente a que se refere, é conhecida universalmente. Não são nada que mereça a pena perdermos um segundo que seja, e por isso mesmo pegue na molhada e puxe o autoclismo. Quanto ao meu Amigo, continue. Tenho lido os seus comentários, são óptimos, é evidente que não são textos para os que se movem ao som da pastilha elástica. Lixo com eles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo,

      Não somos nada, apenas uma gota de água no oceano, enquanto existir liberdade de opinião.

      Mas a nossa liberdade estará sempre dependente da liberdade dos outros, esses mesmo que pensam, justamente, diferente da nossa, chama-se isso evolução.

      Eliminar
  5. Não vejo razão para parar, pelo contrário. São esses que nos dão emoção e raça para continuar e continuar.
    Quero dizer ainda que de várias formas este blog me fez pensar de uma nova forma, por força da inquietude que a mim se depara no dia a dia, quer por ter um noticiário alternativo, pois que eu me sempre senti à parte(e com isto não menosprezo o blog, para mim até o enalteço). Quero e (lol) exigo que continue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marco,

      Nunca esteve em questão para, pelo menos por estas causas, cansaço já o tive mais de uma vez, e esse sim seria o motivo.

      Um abraço

      Eliminar
  6. Olá... Lá no meu pedaço também está a acontecer o mesmo... Mas o controlo de spam é bom, e o botão 'apaga' também funciona!
    De resto nada mais a referir... há quem leve uma rica vida, pois tem tempo para andar de blogue em blogue a escrever baboseiras insultuosas... Por mim mereciam passar uns dias de férias na Serra Leoa...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Voz,

      Como sempre a apoiar os teus amigos, como no caso da Fada do Bosque.

      Não imaginas, ou talvez imagines, os insultos que tenho recebido no meu mail e ameaças veladas.

      Não compreendo porquê tanto ódio por simplesmente emitirmos opiniões.

      Só coloquei um filtro de moderação por causa da Fada do Bosque, porque tem a coragem de não ser anónima como tu ou eu, o que nos facilita a sua vida, caso contrário nunca o teria feito porque esse tipo de "comentários" passa por cima de mim sem qualquer significado.

      Mas o preço a pagar por dar a cara é esse, ainda para mais sendo mulher, num mundo de machistas desajustados de uma sociedade livre e equalitária e a torna numa "presa" fácil.

      Um abraço amigo

      Eliminar
    2. «Não imaginas, ou talvez imagines, os insultos que tenho recebido no meu mail e ameaças veladas. Não compreendo porquê tanto ódio por simplesmente emitirmos opiniões.»

      Como aqui já disse parcialmente, este tipo de ataques são o *normal* quando se dá nas vistas na Luta contra o poder estabelecido. (Leiam, por exemplo, o meu penúltimo comentário a esta colocação.)

      Quem comanda a nossa sociedade distingue-se por ser do mais baixo nível que se pode imaginar. E, para essas mesmas pessoas, vale *tudo* na sua tentativa de manter os outros subjugados. Incluindo, ir buscar lacaios que sejam capazes de descer a - ou que nunca tenham saído de - tal nível.

      É claro que, pode sempre, ocasionalmente, haver uma ou outra pessoa que, pelos vistos, nada melhor tenha que fazer... Mas, o ser alvo *constante* deste tipo de ataques... Para mim, é indicativo de que se trata de uma campanha. (E quem é que teria interesse em realizar tal campanha?)

      Também eu, nos meus tempos de "jornalista cidadão", tive quem recorresse a insultos (anónimos e cobardes) e vi coisas piores a acontecerem a quem era responsável pela publicação para a qual eu ocasionalmente contribuía.

      Cabe a nós minimizar as manifestações e os efeitos deste fenómeno e ter consciência de que, enquanto as coisas não mudarem, este tipo de personagens - vis, desprezíveis e cobardes - estarão sempre a tentar atacar quem mais Luta.

      Um abraço.


      http://en.wikipedia.org/wiki/COINTELPRO

      Eliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Caro "Octopus", há muito que leio os seus artigos e divulgo os feeds nas redes sociais, pois são de grande valor.
    Entendo perfeitamente a sua posição e fez muito bem proceder dessa forma. Acontece que nem todos temos o mesmo nível de evolução, e é natural que os menos evoluídos façam traquinices. Esperemos que também eles venham a crescer, nem que seja daqui a muitas vidas...
    Um abraço e que 2013 seja um ano de milagres inesperados!

    ResponderEliminar